BOMBA: Terroristas que atacaram ISRAEL manda recado para LULA e confiram que Brasil será… Ver mais

0
Publicidade

Nos meandros da diplomacia internacional, as alianças e apoios muitas vezes desafiam as expectativas e surpreendem o mundo. Um desses momentos intrigantes ocorreu quando o Hamas, um grupo classificado como terrorista por várias nações ocidentais, estendeu suas felicitações ao então presidente eleito do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, após sua vitória nas eleições de 2022. Veja o vídeo abaixo!

Leia mais: Após Guerra Em Israel, LULA Se Cansa E Manda Duro Recado Para Grupo Terrorista E Confirma Que O Brasil… Ver Mais

Publicidade

Basim Naim, membro do Bureau Político do Hamas, fez questão de chamar Lula de “lutador pela liberdade” e descreveu sua eleição como “uma vitória para todos os povos oprimidos ao redor do mundo, particularmente o povo palestino”.

A razão por trás desse gesto incomum estava enraizada na postura firme e constante de Lula em relação ao conflito israelo-palestino.

Publicidade

Lula sempre foi um defensor veemente da causa palestina, uma posição que ele reiterou recentemente em um discurso marcante na Assembleia Geral das Nações Unidas. Nesse discurso, ele lamentou a persistência de antigas disputas não resolvidas e ressaltou a dificuldade em garantir a criação de um Estado para o povo palestino.

Durante seus mandatos anteriores (de 2003 a 2010), o Brasil consistentemente defendeu a solução de dois Estados como um caminho para a paz na região, enquanto também condenava a ocupação de territórios palestinos.

Publicidade

Leia mais: Após Guerra Em Israel, LULA Se Cansa E Manda Duro Recado Para Grupo Terrorista E Confirma Que O Brasil… Ver Mais

Essas declarações sempre foram recebidas com cautela pelo Ministério das Relações Exteriores de Israel. Na década de 2000, o embaixador de Israel no Brasil, Daniel Gazit, e analistas políticos locais expressaram suas críticas às palavras de Lula durante sua visita a países do Oriente Médio. Na ocasião, Lula condenou veementemente a expansão dos assentamentos e apoiou a devolução das Colinas do Golã à Síria.

Publicidade

As palavras do porta-voz do Ministério das Relações Exteriores israelense, David Saranga, ecoam o ceticismo persistente em relação ao futuro Estado Palestino, questionando suas intenções pacíficas. Ele destacou que a maior preocupação de Israel é saber se esse futuro país apoiará o terrorismo ou buscará uma coexistência pacífica.

Portanto, a relação entre Lula, o Hamas e Israel permanece complexa e desafiadora, exemplificando como a diplomacia muitas vezes se desenrola em territórios inesperados e incertos. No centro dessa teia política está a busca por uma solução justa e duradoura para um dos conflitos mais antigos e intrincados do mundo.

Veja o vídeo

 

Leia mais: Mulher dorme com sua cobra GIGANTE em sua cama todas as noites, pela manhã ela descobre que… Ver mais

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.